Sobre blogs… acho que parte 01

Não vou colocar nenhum link no texto. Sejam pacientes e os procurem.

São 3:15 da manhã e eu não estou com (muito) sono. Minha esposa não está em casa, e esse é um dos motivos da minha insônia, pois estou com saudades dela e o vazio no lado esquerdo do quarto é muito grande. Por isso eu estou aqui, na internet, navegando nos blogs que estão listados aí ao lado e em outros que tenho nos meus favoritos. E depois de ler muitos e muitos textos, uma coisa está me incomodando aqui: qual é a razão pela qual eu tenho um blog?

Eu sei a razão. Iniciei esse blog há 2 anos e meio atrás como uma forma de divulgar a banda, já que é consideravelmente mais barato que ter um site. Não deu certo. Até hoje, quase 11.000 pessoas acessaram esse endereço, e isso é ridículo. Tem blogs que alcançam isso em uma semana. Blogs que estão lincados aí ao lado.

Eu coloquei muita gente pra blogar. O Nagel, por exemplo. O Lucas é outro exemplo. Ambos têm mais acessos do que eu, mas eu sei o motivo. O Nagel é inteligente, polêmico e escreve bem, e o Lucas… bem, ele é o Lucas. Isso já garante a publicidade de seu blog (mas não apenas isso. Ele é muito inteligente e escreve muito bem, o que se reflete em suas letras).

Mas esse não é o ponto. A questão é: qual o motivo que me leva a acessar blogs diariamente, se eu sei que muitos deles estão dizendo alguma coisa que vai me deixar irritado? Pois essa é a realidade.

Eu conheci muita gente através do blog. Algumas delas eu gosto bastante, algumas outras estão em minha lista de oração, mas a maioria delas, a grande maioria delas, simplesmente me irrita. Alguns estão lincados aí ao lado. Eles me irritam por tentar parecer espirituais, por serem heterodoxos, por serem liberais… são muitos os motivos. Mas eu entendo que tenham seus seguidores, isso faz sentido. A Internet dá voz aos que apenas sussurram no mundo real.

Há uma razão para manter um blog? Obviamente esse não é apenas o “blog da banda”, como eu insisto em dizer. Ele se tornou também um canal para eu dizer o que penso e como penso… o que é refletido na banda, nas minhas letras e mensagens. Mercadologicamente o blog faz sentido: com o advento da Web 2.0 os sites estáticos e pouco interativos (como era todo site de bandas criado até 2005, 2006) tornaram-se obsoletos. Todas as bandas hoje têm um blog. Entre as cristãs estão Mercy Me, David Crowder, Charlie Hall, Phil Wickham… entre muitos outros. Então o blog vale a pena. Mas e a obrigação de sempre ter algo novo para escrever?

Acho que estou divagando…

As questões são essas… eu gosto do blog. Mas a atual blogosfera cristã (não a comunidade…) tem me irritado.

Ou talvez isso tudo seja fruto da insônia. Quem sabe?

Advertisements

6 thoughts on “Sobre blogs… acho que parte 01

  1. olha olha, espero que eu não esteja te irritando, mas se estou, não to nem ai, afinal o que vale é minha espiritualidade e minha santidade que são diante de Deus o mais importante, e claro, tenho que mostrar isso a todo mundo que le meu blog…ps.: depois de muito pensar cheguei a conclusão que devo ser o blogueiro mais santo da parada… realmente, acho que isso irrita eu mesmo…ps2.: parece que o espirito de sarcasmo está a solta…

  2. Hehehehe… Dan, sarcasmo é sempre aceitável.Veja bem: nem sempre os que me irritam, me irritam, entende? Mas também, quem se importa? Eu devo irritar algumas pessoas também e, de fato, ninguém deve mudar nada em sua atitude por isso.Na verdade, eu queria apenas chegar a alguma conclusão. Blog é agente de transformação ou é “horário político”? Sinceramente, tem dias que não sei.Legal sua partiticipação. 😀

  3. hehehe realmente tá difícil diferenciar, mas o blog no fim das contas deve ser sempre sincero, representar o que a pessoa pensa, creio que somente isso…

  4. E aí Rap?Se todos os blogueiros fossem sinceros e escrevessem o que REALMENTE pensam, eu nao teria motivos para escrever esse post… hehehehehe… e a Blogosfera Cristã (não a comunidade) seria bem melhor.Mas sou grato por pessoas como vc, a Poli, o Tiago, o Nagel… blogs como o Diversità, o Musicólatra… entre outros, claro.abraço!

  5. Sabe q fiquei preocupado, né? Esbarro num texto desse e, como sei que vc me lê (Analytics, huh!) fiquei pensando: uuuuh…me dei mal.zueira. oq me deixou feliz mesmo foi ver vc me incluindo nessa citação final. fiquei tranquilo e agora posso cancelar os mercenários que tinha contratado pra fazer interrogatório. Espera só um pouco que vou ligar pro aspira zero-dois.–Cara, blogs cristãos irritam…como blogs não-cristãos tbm irritam a outros. A parada é que isso é a mão dupla da democracia da comunicação. O melhor então é saber que mesmo que existam os irritantes, tem quem diga que oq irrita é isso, aquilo, assim e assado. Acaba q uma hora neguinho se toca.Acho que é isso.abração e valeu mesmo!

  6. Mano, eu concordo com você, eu estou numa correria que não tenho tempo de postar sempre num meu blog,e puxa ja me mandaram email me cobrando porque não tem nada no blog, mas poxa se eu num tiver nada pra falar rsrsrs Quero dizer que com insônia o sem ela, você como sempre muito coerente no que diz..A proposito sumiu meu velho!!!abraco!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s