Chestertonianas

2009 chegou e trouxe, além de um ano repleto de feriados, chuva ao Rio de Janeiro.

Mas o que eu quero escrever não tem absolutamente nenhuma relação com isso.

2008 foi um ano de pouquíssima leitura para mim. Além de bulas de remédio, li muitas receitas e um ou outro texto acadêmico, motivado meramente pelas provas que viriam. Em junho do ano passado, comprei um presente de aniversário a mim mesmo: o livro Ortodoxia, de G.K. Chesterton, lançado pela Mundo Cristão em comemoração ao centenário do livro. No seis meses seguintes, consegui a façanha de ler apenas dois capítulos. Não pelo livro ser chato, mas por preguiça mesmo. Sendo assim, aproveitei os dias de folga pré e pós final de ano para dar cabo à leitura.

Meu único arrependimento é ter demorado tanto para lê-lo.

Não vou ficar aqui dizendo tudo aquilo que Chesterton é ou foi para o cristianismo, não vou falar de seu humor ou de sua destretza com as palavras. Quero apenas deixar-lhes uma ou duas citações do livro.


pág. 102


pág. 167.

Fantástico.

até,

Duda

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s