John Piper sobre George Whitefield

Todos os anos acontece, na Bethlehem Baptist Church (igreja pastoreada pelo Dr. John Piper), a Desiring God Pastors Conference, conferência (dãã) para pastores  (dããããã) organizada pelo ministério Desiring God (DÃÃÃÃÃÃÃÃÃ).

Todos os pastores que pregam no evento são escolhidos e convidados por John Piper, e todos falam acerca de pontos específicos e importantes para o ministério pastoral. Mas ele escolheu, dentro de tudo aquilo que ele poderia falar, fazer, a cada ano, uma biografia de um grande pastor do passado. Já fez assim com Calvino, Lutero, Edwards, Spurgeon e muitos outros. Este ano, ele falou a respeito de George Whitefield.

Só para situar, Whitefield foi, junto aos irmãos Wesley, o responsável pelo grande avivamento que aconteceu na Inglaterra no séc XVIII. Whitefield era calvinista (o que, para os críticos da doutrina, soa como antagônico: um calvinista avivalista). Ele tinha paixão por pregar o evangelho aos perdidos e era um ótimo orador.

Eis um pequeno trecho, muito singular para mim, do material que Piper escreveu para a DGPC deste ano (a respeito da doutrina calvinista):

“Seu guia ao ler a Bíblia naqueles dias de formação não foi João Calvino, mas sim Matthew Henry. ‘Eu abraço a teologia calvinista’, ele disse, ‘não por causa de Calvino, mas por ter Jesus Cristo ensinado isso a mim’. De fato, ele escreveu a John Wesley em 1740, ‘eu nunca li nada escrito por Calvino’.

Ele acreditava que estas verdades bíblicas – às quais às vezes ele chamava de ‘doutrinas da Reforma’ – faziam o melhor em ‘diminuir o homem e exaltar o Senhor Jesus… todas as outras (doutrinas) deixam o livre arbítrio ao homem, e o tornam, ao menos em parte, um salvador para si mesmo’. E isso não apenas diminui a obra de nosso Salvador; também torna insegura nossa posição (aquilo que somos) em Cristo”

O manuscrito completo da biografia de Whitefield escrita por Piper está neste link aqui, em inglês. Foi um alento para mim ler a respeito deste grande homem, e creio que a leitura será de grande proveito, mesmo para os que não concordam com a doutrina calvinista. Afinal, lembrem-se que um dos melhores amigos – e cooperador –  de Whitefield foi John Wesley, ardoroso defensor do livre-arbítrio e uma das figuras mais importantes do Cristianismo.

Façam bom proveito,

Eduardo

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s