Nota

Há pouco mais de uma semana o Cadu informou que estava se desligando da banda ( e ontem ele se pronunciou publicamente a respeito disso via Facebook). O que veio a seguir da sua saída, foi um movimento, na verdade, natural: os Tapetes Voadores, da forma como todos conhecem, acabaram. Não houve brigas. Houve bençãos mútuas. E-mails que não vou apagar da minha caixa de entrada.

Não vou mais usar o nome Tapetes Voadores principalmente em respeito e, sim, honra ao pessoal da banda. Estávamos juntos (pelo menos o núcleo eu, Cadu e Sandro) desde 2008 e gravamos tudo o que soltamos, à excessão do Esperança, juntos. Léo e Josué entraram depois, cada um a seu tempo, e cada um com sua igual importância para o desenvolvimento da banda e do trabalho.

Isso nos leva a pelo menos duas perguntas: como a coisa fica agora? e o Velhas Verdades?

Vou começar respondendo pelo Velhas Verdades. O CD continuará disponível para download e (para quem quiser) venda da cópia física. O CD faz parte dessa história e não valeria a pena deixar isso de lado. Foram momentos especialíssimos que vivemos como banda, e a experiência e aprendizado envolvidos no trabalho não têm valor. Além disso, as letras refletem algo que eu realmente quero e preciso dizer, e sei que o pessoal da banda sente isso também. Não haverá lançamento dele, especificamente, embora músicas dele certamente serão tocadas quando oportunidades vierem.

Como a coisa fica agora… bem, como disse, não vou mais utilizar o nome Tapetes Voadores, e nem voltarei ao infame “e Banda”. Em muitos dos compromissos que tivemos, a banda não foi completa e contamos com a ajuda de um amigo ou outro em diversos momentos. Como não há compromissos em vista (não que não os esteja assumindo), estou em paz quanto a isso. Segue o rumo. Quando o momento vier, certamente a coisa há de ser natural. Cadu e Josué seguem cada um com seu projeto musical, Sandro segue com seu ministério na Batista Memorial de Teresópolis, o Léo segue sendo ele mesmo e eu sigo do jeito que for.

Quero agradecer novamente ao Sandro, Cadu, Léo e Josué por tudo que vivemos juntos. Dou graças a Deus por terem sido os momentos alegres em número muito superior ao de momentos tristes. Agradeço a Deus por cada um deles, e oro por cada um de vocês.

É isso. A vida segue, mesmo.

Um abraço,

Eduardo Mano

Advertisements

10 thoughts on “Nota

  1. Fala mano…
    Notícia triste pelo fim de uma banda, mas feliz pela continuidade e progressividade no trabalho de todos.
    Creio que eu não seja o melhor para falar, pois e um sentimento confuso, mas…
    Admiro vocês e oro por cada um…
    Fica na paz…

  2. “Minha vida é obra de tapeçaria,
    É tecida de cores alegres e vivas,
    Que fazem contraste no meio das cores
    Nubladas e tristes
    Se você olha do avesso,
    Nem imagina o desfecho
    No fim das contas, tudo se explica,
    Tudo se encaixa, tudo coopera pro meu bem”
    – Stênio Március

  3. Estaremos em oração por vocês e somos gratos ao Senhor pelos frutos de todos juntos, isso não muda.
    Que todos entendam como eu entendi, que foi a vontade dEle para ampliar o lugar da tenda de vocês.
    Há tempo pra todas as coisas como diz Eclesiastes, lembram? Tempo de abraçar e tempo de deixar de abraçar, ou seja, de estar longe.
    Eduardo Mano, te amamos no Messias, eu e minha casa, nós de São Paulo.

    Paz!

  4. Palavras são más. Comigo são, sempre fogem de mim.

    Deus os abençoe.

    Sentimento estranho, mas: ‘don´t worry… about a thing.. coz every little thing is gonna be alright’

    [tosco… mas é um jeito de tentar dar um abraço via bytes]

    muito sono – se quiser pode apagar

  5. É cara, rumo natural que as vezes a gente não vê chegando, mas é pra ser. Chato rolar logo depois de um trabalho tão bonito como o Velhas Verdades, mas o impacto desse trabalho vai se perpetuar independente de vcs estarem juntos ainda ou não.
    Valeu Eduardo Mano e Tapetes Voadores por nos presentearem com um disco tão edificante e outras coisas que saíram antes igualmente boas.
    Deus abençoe a cada um no rumo que tomar!

  6. Pingback: Velhas Verdades – Eduardo Mano, Brown! « victor vieira blog

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s