Aonde me mandar, irei

O Hino 308 do Cantor Cristão traz, em umas de suas estrofes, os seguintes versos:

“Se eu tiver Jesus ao lado, 
E por ele auxiliado, 
Se por ele for mandado, 
A qualquer lugar, irei.”

Temos, eu e minha casa, vivido desta forma há alguns anos. A ida para o Seminário, a vida em Manaus, viagens para lugares que nunca imaginávamos que conheceríamos. E hoje, estamos de volta há Portugal. Há 3 anos viemos pela primeira vez para cá, e Deus falou muito forte ao nosso coração sobre esta terra. Eis nosso testemunho:

Da primeira vez em que viemos, Eline e eu estávamos para completar 10 anos de casados. Já desejávamos ter filhos, mas a demora em alcançar este objetivo se mostrou um impedimento que, segundo médicos, seria resolvido com a utilização de medicamentos. Ficamos tristes, mas não desesperançosos. De qualquer forma, a vinda para a Europa já estava marcada, e o tempo de permanência aqui seria de 6 meses – deixamos os planos do início do tratamento para engravidarmos para a volta ao Brasil.

Desde o momento em que soubemos que viríamos, conversamos e decidimos redimir uma viagem que seria apenas de estudos e turismo em algo que pudesse abençoar vidas. Fizemos contatos com amigos em Portugal e na Europa dizendo: estamos disponíveis para servir, no que for necessário. Isso abriu as portas para conhecermos igrejas e congregações, além de visitarmos missionários e conversarmos com pastores em outros países, além de Portugal.

Já na Europa, e enquanto servíamos, Deus operou um lindo milagre em nossas vidas: engravidamos da Sarah sem que houvesse a necessidade de tratamentos médicos (que seriam caros). Enquanto buscamos servir ao Reino do Senhor, Ele acrescentou às nossas vidas.

Ao final do período em que estaríamos por aqui, um amigo nos convidou a voltar e ajudar, pois havia trabalho a ser feito e poucos que estivessem dispostos. Naquele momento, no início da gravidez, a nossa decisão foi a de voltar ao Brasil, ver a Sarah nascer perto dos avós e buscar entender se devíamos voltar e nos dedicar a esta empreitada. Dois anos e meio se passaram, repletos de muita oração, alegrias, frustrações, promessas vazias, parceiros encontrados, mudanças e a partida.

Voltamos a Portugal pelo tempo que o Senhor determinar. Não é o melhor dos momentos: muitos brasileiros também vieram para cá, em busca de uma vida mais tranquila ou em busca de oportunidades. Isso fez com que os custos de moradia no país aumentassem muito, mas Deus, que foi fiel em nos mostrar cada porta aberta para nossa vinda, tem mostrado as portas abertas para nossa permanência.

Termos engravidado da Sarah nesta terra nos fez perceber na carne que Deus faz vida surgir do nada, o estéril se torna fértil, o solo seco volta a dar fruto. Queremos ver Portugal dar frutos, para a glória do Senhor.

Se você leu até aqui, peço que ore por alguns pontos:

  • Pela nossa vida e sustento. Que Deus nos mande a provisão a cada mês, e que surjam novos mantenedores, sejam parceiros fixos ou esporádicos;
  • Pela Igreja Baptista da Graça, igreja onde estamos servindo;
  • Pelo Pr. Jónatas Lopes (pastor da IB da Graça, que nos convidou a voltar), sua esposa Filipa e seus filhos Raquel, Samuel e Gabriel.

Deus seja louvado em tudo, e que Ele continue fomentando missões, movendo missionários, igrejas e líderes por todo mundo.

SDG!

2 thoughts on “Aonde me mandar, irei

  1. Tenho buscado essa comunhão com Cristo, que as vezes na prática, e por mais simples que seja, é difícil. Minha pequena também foi um grande milagre de Cristo, resposta de muitas orações, após 1 ano e meio de tentativas frustradas antes de lembrarmos que devemos colocar tudo nas mãos Dele.
    Vocês com certeza serão bênção por onde estiverem. Deus os abençoe.

  2. Glória a Deus pela vida da família de vocês. Já faz um tempo que não abro o meu blog aqui no WordPress, e hoje quando abri, me depara com esse seu post. Por enquanto, não tenho condições de ser um mantenedor mensal, mas estarei orando pela vida de vocês que estão aí na linha de frente.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s