Jorge Rehder

rehder

“Onde está, ó morte, tua vitória? Onde está, ó morte, teu aguilhão?”

Cristo, ao ressuscitar dos mortos obteve vitória final sobre a morte – vitória essa transferida aos que, por meio de Seu sangue, têm salvação. Cristo foi vitorioso sobre a morte para que nós, passando ou não por ela, não mais a temamos.

Neste domingo de manhã, enquanto eu e Eline arrumávamos a casa para o encontro do Gênese, meu sogro nos ligou informando da morte do Jorge. Ele o fez por saber do carinho que nós nutrimos pelo Jorge, e também por estarmos de alguma forma ligados: Marina, esposa de meu cunhado Rafael, é sua filha.

É muito difícil escrever isso sem me emocionar. Assim que desliguei o telefone, desabei. Chorei muito. Ficamos atônitos com a notícia, pensamos em cancelar o Gênese e ir para São Paulo com meus sogros. Deus, de alguma forma, tinha planos maiores, e acabamos ficando.

Conheci o Jorge há muito anos atrás, através de suas músicas: sendo batista, há pelos menos duas delas no Hinário para o Culto Cristão: Barnabé e Bendito seja Sempre o Cordeiro (creio que O rei da Glória também é dele, mas não tenho como conferir agora – corrijam-me se estiver errado).

Quando morei em São Paulo, tive contato com outras de suas músicas. Quase sempre tocávamos “Em todo tempo” nos cultos da Igreja Batista do Brooklin, onde fui membro, mas foi na minha volta ao Rio em que o conheci pessoalmente, em um evento da extinta Associação de Músicos Cristãos na Igreja Maranata da Tijuca. Participei de suas palestras. Em 2002 participei do 6º SALMUS, em SP, e novamente tive contato com ele, e foi quando soube que ele era um dos pastores da Igreja Projeto Raízes, em São Paulo.

Alguns anos depois e meu cunhado Rafael começou a namorar a Marina, e então tive a oportunidade de conversar com ele algumas vezes. Falávamos principalmente sobre Teologia e Música. Algumas das minhas questões infelizmente ficaram sem respostas… mas vou me lembrar, por um bom tempo, do carinho e da seriedade (quando a pergunta ou comentário eram sérios), mas principalmente do senso de humor. Ele era bem piadista. 🙂

Durante o Sarau da Comuna no Rio, tive a oportunidade de ouví-lo falar sobre coisas muito legais com o Stênio Marcius (eu e os caras da banda estávamos na mesma mesa que eles durante o almoço de sábado, meio que bestas por ouvir tantas pérolas). Após nossa apresentação, tive o prazer de ouví-lo elogiando nossas músicas. Coisas que, como músico, não vou esquecer.

banda_rehder

Jorge deixa, além de muitas saudades, esposa e filhas. Deixa também uma Igreja. E também um legado importantíssimo, cuja preservação depende de nós. Mas principalmente, por favor, orem pela família.

Bom é saber que a morte é apenas o início, que ele está num lugar excelente agora, e que podemos ter viva a memória dele ouvindo as canções que ele escreveu e que foram gravadas por Vencedores por Cristo (além de inúmeros outros artistas) e por ele mesmo, em seu único CD, Porto Esperança, lançado em comemoração aos seus 35 anos de ministério.

Fiquem com um vídeo do lançamento do CD.

E também uma singela homenagem de Wilson Tonioli:

Rehder_c_pia

Que o Espírito Santo nos console nas perdas, e que saibamos preservar a memória dos heróis da fé que já se foram.

Eduardo

Advertisements

5 thoughts on “Jorge Rehder

  1. Vai ficar saudade.

    Autorias – O Rei da Glória é do Jorge Camargo e Bendito seja sempre o cordeiro é do Guilherme Kerr e do Jorge Camargo.

  2. Soube hoje. Que o Senhor console a família, igreja e todos os que ainda acreditam que cristãos podem fazer boa música, coerente com sua vida e fé! A terra fica mais triste e há mais alegria no céu!

  3. O Sr se alegra com a morte dos Santos, mas os santos que aqui fica – ou até mesmo aqueles que buscam humildemente tal coisa – choram por ter tamanha perda de nosso irmão. Ao olharmos pra Rehder, nas suas composições é mais que nitido perceber que é possivel fazermos a diferença e ser diferente sem se corromper. Que o Sr nos ajude a superar tamanha perda. Familia Rehder, sua dor é nossa dor! Somos um no amor do Pai.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s