Gênese 10 de dezembro 2009

Há algum tempo eu não falo nada sobre o Gênese. Não é falta de vontade, mas sim de tempo: tenho tido MUITO trabalho no escritório e isso tem tornado parcas as atualizações que não sejam referentes ao EP, família e outras coisas…

Ou seja: apenas o Gênese tem sido negligenciado. Mas isso há de acabar hoje!

Quinta-feira choveu muito. Muito. Mas isso não impediu que cá tivéssemos um bom número de genesianos e genesianas prontos para uma noite de Uno (que não durou muito), patê de atum (menos pro Sandro) e bolo mesclado.

Cadu nos trouxe uma leitura bíblica na Nova Versão Ultra Atualizada Caduana de João 11 (se não me engano) falando sobre amizades. Hiper pertinente. Oramos agradecemos, pedimos e nos lembramos dos que sofriam. E comemos.

As reuniões do Gênese são duas coisas: em primeiro lugar ela não é tudo aquilo que você acha que é (se você nunca veio). Em segundo lugar, ela é muito mais do que ela parece ser (para quem vem sempre). Em meio às infindáveis citações à Tela Classe  cultura pop, Deus fala, acalma, acalenta e conforta o coração dos que estão à mesa. Ou ao sofá, dependendo do dia.

Jônatas esteve com sua câmera registrando a noite. Selecionei 9 fotos, embora todas as 36 do pacote enviado para a lista devessem estar aqui.

Semana que vem teremos estudo e debate sobre esse texto aqui: se eu fosse você, viria. Se bem que eu venho sempre, já que a casa é minha (há controvérsias).Grato pela atenção, se quiser vir, deixe seu recado nos comentários que assim que puder entraremos em contato.

Eduardo

Futuro próximo

Ó, queria apenas deixar registrado que está nos meus planos um post de agradecimento a todos (sim, todos) que ajudaram a divulgar o EP Esperança. Blogs, sites, twitters. Todos serão lembrados. Trabalho hercúleo, sei, mas a gratidão é imensa.

Também está nos planos (e isso deve sair antes) um post falando sobre o EP, sobre o título, sobre a homenagem ao Rehder. Há coisas que precisam ser esclarecidas para que, como um bom amigo me exortou (e é bom ser exortado), portas não sejam fechadas e pontes sejam construídas.

É isso. Hoje tem Gênese. Tô com posts atrasados sobre o grupo, mas quem sabe hoje à  noite não role uma ultra-mega-hiper atualização, com fotos, inscrusívi… tudo é possível.

Um abraço!

Eduardo

banner_530x150

atualizando aos poucos, 02

Continuando a saga, há exata uma semana as coisas começaram a ficar um bocado complicadas para o nosso lado. Amanhecemos o dia sem gás na casa, o que significa: nada de fogão.

Depois de constatar que o gás ficaria longe dos tubos por todo o final de semana, fui para casa preparar mais um encontro do Gênese. A cada quinta-feira o grupo tem crescido (já são 4 quintas seguidas com visitantes) e temos nos divertido bastante compartilhando as agruras que cada um passa na vida eclesiástica e encontrando uns nos outros excelentes motivos para amar a Cristo e à Igreja.

Enfim… quando cheguei em casa, reparei que algumas latas de… de… de… refrigerante. É! Isso! Refrigerante! Na geladeira estavam suadas… como se alguém tivesse deixado a porta aberta por um longo tempo… fechei a porta e me certifiquei que estava bem lacrada… mas então… de 5 em 5 minutos ela começou a apitar e fazer barulhos desconhecidos. Resumo: geladeira queimada.

Agora repara: sem gás e sem geladeira, em véspera de feriadão. Alguma coisa poderia ficar pior?

Sim. E ficou.

No Gênese, comemos pizza. Conversamos muito, e terminamos a noite dividindo aquilo que passamos e sabemos que outros passaram “servindo” a alguns “ministros e louvor famosos”. Bons exemplos e péssimos exemplos nos alertando acerca do que estamos fazendo com o Evangelho.

Já passava das 23h quando Sandro, baixista da banda, passou em casa com Tati. Ficamos por lá alguns minutos, a galera foi embora… e então partimos, Sandro, Tati, eu, Eline e Léo para o Leme, com a finalidade de fazer nada. Chegando lá, paramos em um quiosque e pedimos comida de praia (leia-se: frango frito e batata frita).

Resultado: Eline com infecção intestinal. Somada à falta de gás e à geladeira ruim, isso era a certeza de um final-se-semana bem ruim… Mas Deus ainda tinha sexta, sábado e domingo guardados, e isso fica para depois.

inté.

Eduardo

muitas e muitas coisas

Bom, a falta de atualização dos últimos dias não é por falta de assunto, mas sim por falta de tempo. Não falei nada sobre o retiro Intensidade, do qual participamos e já é notícia velha. Não falei nada sobre o Gênese de quinta-feira passada também, nem sobre a nossa ida à Igreja Fé para Todos.

Muita coisa aconteceu nesse meio tempo. Minha esposa ficou mal de saúde e logo no final de semana do feriado, ficamos sem gás e sem geladeira em casa. Tenso o bagulho. As coisas estão voltando à normalidade já… a saúde de Eline está melhorando… o gás deve voltar hoje… já a geladeira…

Tem muita coisa para ser escrita aqui, e vou tentar colocar tudo em dia ao longo da semana. Enquanto isso, lembre-se que falta MUITO pouco para vocês ganharem música de graça. 😉

Por enquanto é isso. Ah, dá um pulo no blog do meu amigo Victor Vieira e baixa as canções dele. Ele acabou de disponibilizar uma nova música em seu MySpace, e acho que vale a pena você investir alguns minutos indo lá e ouvindo.

Um abraço a todos!

Eduardo

gênese 12 de novembro

Hoje não temos fotos. Mas foi uma noite boa.

Boa por termos recebido hoje três novos membros: Thiago Henrique,  e Thiago e Raquel Vaz. O primeiro veio de perto, e o casal Vaz veio de longe. Uma pena que por causa do quórum e das circunstâncias eles nem mesmo tenham visto / ouvido muita coisa.

Digo isso pois amanhã eu e a banda vamos para o retiro Intensidade de minha Igreja, e precisávamos passar algumas músicas. Com isso, acabamos fazendo um “ensaio aberto” após o lanche. Por mais que eles tenham dito que gostaram e que vão voltar, o sentimento é de que poderia ter sido um pouco mais…

Os pontos altos da noite foram as incessantes referências ao Tela Class (uma vez que muitos de nós sabemos falas INTEIRAS de alguns filmes redublados por Hermes e Renato) e a mudança, por Helenildo Zêri, da letra de Casa, doPalavrantiga, que ficou assim:

Deus preferiu tudo sangue bão /
Deus preferiu, sexta-feira churrasco no Alemão/
É assim, tãnãnãnã

Há, de fato, uma mensagem de cunho social por trás disso.

Semana que vem tem mais, certamente.

abraço,

Eduardo

Mais que mil palavras

É quanto vale uma imagem. E por isso, esse post está repleto delas. Por exemplo:

megafonicos

Essa é para informar que, a partir de hoje, sou um “colunista” no site Megafonicos, criado pelo Marden e mantido pelo pessoal da Juventude na Rocha. Meu primeiro post lá é uma resenha do novo disco do Phil Wickham, então corre lá e lê.

Já essas imagens aqui simbolizam como vai ser o final-de-semana, meu e da banda:

intesidade

equipamento

Fomos convidados a participar do retiro Intensidade, da equipe de adoração da minha Igreja, então tá tudo aqui em casa: amplificadores, baixo, violão, percussão… claro que o piano não será levado.

Ainda nas imagens, tem essas aqui:

johnny_cash_01

johnny_cash_02

Essas mostram o quanto Johnny Cash era um cara bizarro. Quem mais usaria uma roupa COMPLETAMENTE PRETA com um sapato branco?

E é por aí… hoje à noite tem Gênese com uma surpresa pra galera. 😛

abração!

Eduardo

vida na vida

o título deste post não tem absolutamente nenhuma relação com seu conteúdo, e foi escolhido apenas como forma de pegar no pé do meu amigo Zêri. 🙂

O papo dos 64.000 é sério: esse número pode ser alcançado ainda nesta semana. 2 músicas de graça com cifras, letra, encarte e extras, você só encontra aqui, o blog mais varejo da internet.

O ano que vem promete ser um bom ano para a banda. Esse ano também prometeu, mas não entregou. Tomara que o próximo ano entregue. Mas se não rolar, também, c’est la vie*: absolutamente ninguém vai ficar chateado com isso (a não ser, talvez, nós)

<gerúndio mode on> Nós vamos estar participando <gerúndio mode off> do retiro Intensidade, promovido pela minha Igreja. Fomos convidados pelo Fabiano, e estamos muito animados. 🙂 Fotos, twits e afins, certamente, ao longo dos dias.

É isso. Vâmo que vâmo.

Eduardo

*corrigido pelo amigo cult Léo Neves.